00/00/0000


Resultado da primeira chamada do ProUni será divulgado hoje
....................................................
Rodovias do Rio montam esquema especial de trânsito para o feriadão de Corpus Christi
....................................................
Governador Witzel garante chegada do Programa Segurança Presente a Baixada
....................................................
Prefeitura de Nilópolis reforça campanha por trânsito mais seguro
....................................................
Simulador para obter habilitação deixa de ser obrigatório
....................................................
Nilópolis entrega 80 certificados do curso de maquiagem
....................................................
Autorizado pela Aneel reajuste nas tarifas de energia elétrica
....................................................
Fila de cirurgia é zerada no Hospital de Mangaratiba
....................................................
Prefeitura de Nilópolis realiza mais um mutirão de limpeza no Calçadão da Mirandela
....................................................
Ruas no bairro Vila Nascente passam por mutirão de limpeza
....................................................
Prefeito Rafael Tubarão inaugura primeira etapa da Avenida Nazareno
....................................................
Alunos da rede municipal levam informações sobre combate a dengue
....................................................
Hemonúcleo promove campanha de doação
....................................................
Creche Ariano Suassuna já começa a atender no bairro da Coréia
....................................................
Festa de Santo Antônio reúne milhares de pessoas
....................................................
Corpus Christi é celebrado em Nilópolis com a tradicional confecção dos tapetes
....................................................
Número de casos de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti não para de aumentar
....................................................
Supermercados devem parar de oferecer sacolas plásticas
....................................................
Bolsonaro diz que Fórmula 1 deve voltar ao Rio
....................................................
Escolas estaduais do Rio v?o ganhar 'bot?o de p?nico'
....................................................
Tabela do Imposto de Renda dever? ser corrigida pela infla??o
 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governo vai fazer a correção na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física para o ano que vem. O governo também estuda aumentar os limites de deduções. “Hoje em dia, o Imposto de Renda é redutor de renda. Falei para o Paulo Guedes que, no mínimo, este ano temos que corrigir de acordo com a inflação a tabela para o ano que vem. E, se for possível, ampliar o limite de desconto com educação, saúde”, afirmou Bolsonaro.


A defasagem na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) chega a 95,46%, divulgou o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional) em janeiro. O levantamento foi feito com base na diferença entre a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulada de 1996 a 2018 e as correções da tabela no mesmo período.


Desde 2015, a tabela do Imposto de Renda não sofre alterações. De 1996 a 2014, a tabela foi corrigida em 109,63%. O IPCA acumulado, no entanto, está em 309,74%. De acordo com o Sindifisco Nacional, a falta de correção na tabela prejudica principalmente os contribuintes de menor renda, que estariam na faixa de isenção, mas são tributados em 7,5% por causa da defasagem.


O reajuste da tabela de Imposto de Renda pela inflação, cogitado pelo presidente Jair Bolsonaro, elevaria em R$ 76,92 o teto da faixa salarial isenta, para R$ 1.980,90. O cálculo considera a projeção de 4,04% para a inflação oficial, o índice IPCA. Já no caso da faixa sobre a qual incide a maior alíquota, a de 27,5%, o piso aumentaria em R$ 188,45, passando a valer para todos que ganham acima de R$ 4.853,13.


Se o governo decidir corrigir a tabela do Imposto de Renda em 2020, as faixas de renda nas quais se aplicam as alíquotas mudariam e mais brasileiros ficariam isentos.

 
Copyright © 2019 Todos os direitos reservadosl A Editora e Gráfica A Voz dos Municípios Fluminenses Ltda - Redação: (21)2691-1511 (21)2691-4549 (21) 3760-0950